Ibovespa registra máxima histórica e fecha acima dos 107 mil pontos

by - outubro 23, 2019


Mercado registra novo recorde, diante do otimismo com relação ao futuro da economia e a votação da Reforma da Previdência




Ao final do fechamento do mercado nessa quarta-feira (23), registrou-se um novo recorde de pontos no índice Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, que renovou pela terceira vez seguida sua máxima histórica. Tal fato se concretizou devido ao encerramento da votação e aprovação da Previdência, o que contribuiu para uma alta de 0,15% no dia, fechando em 107.543 pontos. 


Dentre as ações que impulsionaram essa nova alta, tivemos a Petrobrás (PETR3/PETR4), e a WEG (WEGE3) que registrou alta de 4,45%, após a empresa divulgar seus resultados trimestrais.

A aprovação da reforma também fez com que o dólar fechasse em queda, chegando a R$ 4,03, menor valor da moeda nos últimos dois meses.

Quem acompanha o mercado de perto, sabe que passamos por um bull market em nossa bolsa desde 2016. Desde então, já tivemos cerca de aproximadamente 141% de valorização no índice Ibovespa em pouco mais de três anos.

A pergunta que não quer calar é: estaríamos próximos de uma nova crise ou crash nas bolsas pelo mundo? Só para constar, o S&P 500, um dos maiores índices da bolsa de valores americana, que é composto pelas 500 ações mais negociadas na NYSE, também está bem próximo da sua máxima histórica. Como não tenho bola de cristal, faço meu papel como investidor e continuo me expondo de acordo com minha estratégia de alocação de ativos, diversificando entre renda variável e renda fixa para me proteger de futuras quedas.

Já dizia Benjamim Graham: "No curto prazo o mercado de ações é uma máquina de votação, no longo prazo é uma máquina de pesagem."

Ficamos na torcida para que o Brasil continue reagindo e crescendo economicamente. Apesar das polêmicas em torno do governo atual, vejo que existem pessoas competentes e que estão dispostas a ajudar o país a se recuperar. 

You May Also Like

0 comentários